Image default
Arcoverde News Vip Show

Nádia Maia, Quinteto Violado e Geraldinho Lins lotam penúltima noite do 2.º Festival Cultura da Juventude da Pedra

Uma multidão acompanhou o penúltimo dia do 2.º Festival Cultural da Juventude da Pedra neste sábado. O evento começou as 14h com um festival de quadrilhas juninas na quadra Poliesportiva que seguiu até a noite por volta das 19h. Em seguida, o Polo Teatro do Sesc recebeu as apresentações do grupo do Reisado São José, o Siriri Horizonte Alegre e a Orquestra Zezé Correia. O prefeito Osório Filho, destacou que o festival vem chamar cada vez mais a atenção dos pedrenses a importância da valorização da cultura local e estadual. “Ano passado, começamos com o evento , trazendo uma proposta totalmente inovadora do que havia sido feito na cidade. E esse ano, percebemos a integração ainda maior dos jovens através das gincanas , apresentações através da coordenadoria das juventudes e a presença nas apresentações. Sem esquecer a importância da presença das famílias”.

Comandado pelo mestre Dedera com suas músicas, versos e toadas como: Parea Boa e Jacaré Bebe Água, o Siriri do Horizonte Alegre patrimônio imaterial cultural da Pedra colocou o público para dançar com a ciranda que vai convidando o público a integrar a roda.

Comandado pelo mestre Dedera com suas músicas, versos e toadas como: Parea Boa e Jacaré Bebe Água, o Siriri do Horizonte Alegre patrimônio imaterial cultural da Pedra colocou o público para dançar com a ciranda que vai convidando o público a integrar a roda.

Na estrada há 47 anos, o grupo Quinteto Violado formado por Marcelo Melo (voz, violão e viola), Dudu Alves (voz e teclado), Roberto Menescal (voz e bateria), Sandro Lins (baixo) Ciano Alves e João Alves (percussão) , trouxe ao palco sucessos da música regional, como Asa Branca (Humberto Teixeira e Luiz Gonzaga), Disparada (Geraldo Vandré e Théo de Barros), Algodão (Luiz Gonzaga), Xote das Meninas (Luiz Gonzaga), Acauã (Luiz Gonzaga) e Sete Meninas (Dominguinhos e Toninho Alves).

O cantor e compositor Geraldinho Lins encerrou a noite. O forrozeiro trouxe ao palco do festival o seu mais novo trabalho ” Tudo e mais um pouco” que traz composições autorais como ” Um Grande Amor” e ” Tô Feliz”, além de regravações como ” Leilão”, ” Acabou acabou” e Tudo o que eu queria agora”.

Related posts

Polícia Prende Em Arcoverde Acusado De Estupros Em Suzano

Andre Santos

Segundo dia do Festival Cultural da Juventude da Pedra foi do Mala assombro do teatro ao forró de Targino Gondim

Andre Santos

Deputado Zeca Cavalcanti Visita Santa Maria No Sertão Do São Francisco

Andre Santos

Leave a Comment