A cantora Claudia Leitte e a produtora que gerencia sua carreira, a Ciel Empreendimentos, foram condenadas a pagar mais de R$ 380 mil, em direitos trabalhista, a um ex-guitarrista que acompanhava a cantora. O processo correu na 1ª vara do TRabalho de Salvador e já tramitou em julgado, não cabendo mais recurso.

O músico, que não foi identificado, trabalhou na banda de Claudia Leitte entre os anos de 2009 e 2014. Ele participava de uma média de 11 shows mensais recebendo valores que variam entre R$ 800 e R$ 1,2 mil, em cada um deles. Os cachês eram triplicados no período de Carnaval.

Após a decisão judicial, a Ciel Empreendimentos terá que fazer o registro do emprego no carteira de trabalho, além de pagar aviso-prévio, férias, 13º salário, multa de 40% do FGTS e seguro-desemprego. Form negados, pela Justiça, pedidos de danos morais e horas extras.

Publi1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui