Com o objetivo de quebrar a formalidade e incentivar as crianças no período das avaliações externas os professores do Centro de Educação Integral Jonas de Freitas Lima criaram o Saepinho, um boneco de pano que acompanhará as crianças estudantes dos 2° anos nas rodas de conversas e durante as aulas estimulando-as a participarem das provas do Sistema de Avaliação da Educação Básica de Pernambuco – Saepe e explicando o que elas significam. A chegada do Saepinho na escola gerou grande expectativa para todos e foi motivo de festa.

A secretária de Educação e Esportes da Prefeitura de Arcoverde, Patrícia Cursino, explicou que as avaliações do Saepe serão realizadas no dia 29 de novembro e vai atingir as crianças dos 2°, 5° e 9° anos do Ensino Fundamental, com provas de Português e Matemática. Não participarão os estudantes do EJA (Educação de Jovens e Adultos) e das turmas Multiseriadas.

Os principais objetivos do Saepe são produzir informações sobre o grau de domínio dos estudantes nas habilidades e competências consideradas essenciais em cada período de escolaridade avaliado. Estes são pré-requisitos indispensáveis não apenas para a continuidade dos estudos, mas para a vida em sociedade.

O Saepe visa ainda, monitorar o desempenho dos estudantes ao longo do tempo, como forma de avaliar continuamente o projeto pedagógico de cada escola, possibilitando a implementação de medidas corretivas, quando necessário, e contribuir diretamente para a adaptação das práticas de ensino às necessidades dos alunos, diagnosticadas por meio dos instrumentos de avaliação.

O Sistema de Avaliação da Educação Básica de Pernambuco tem também por meta associar os resultados da prova às políticas de incentivo com a intenção de reduzir as desigualdades e elevar o grau de eficácia da escola, além de compor, em conjunto com as taxas de aprovação verificadas pelo Censo Escolar, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica de Pernambuco – IDEPE.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui