Ainda sem datas para pagamento dos salários e aposentadorias de dezembro dos servidores públicos municipais, o prefeito da Pedra, Osório Filho (PSB), anunciou a grade de atrações da tradicional Festa de Reis e os gastos ultrapassam a marca dos R$ 300 mil.

Apesar de só anunciar o cartaz da festa, que após pressão de populares e do Ministério Público se realizará na praça central da cidade, o gestor que vem tendo dificuldades com o pagamento de salários e até contratados com salários atrasados, não colocou nos meios de comunicação os gastos com a festa, nem tão pouco no Portal da Transparência.

Segundo o site do Diário Oficial da AMUPE, a prefeitura da Pedra publicou seis extratos de inexigibilidade que totalizam oficialmente R$ 322.000,00 (trezentos e vinte e dois mil reais). A atração mais cara da festa é o cantor Gabriel Diniz, que vai levar dos cofres da Prefeitura um cachê de R$ 100 mil. Já quem menos vai levar, segundo os mesmos extratos, é a dupla arcoverdense Ycaro & Vitório que receberá um cachê de R$ 17 mil. Na grade ainda tem uma atração (Ivo Martins) que não tem nem um extrato publicado. Afora estes gastos, ainda existem as despesas com a infraestrutura da festa (palco, som, banheiros, etc) e os gastos com acomodação e refeições das atrações. 

RELAÇÃO DE ATRAÇÕES E VALORES

Gabriel Diniz – R$ 100.000,00

Forró do Muído – R$ 65.000,00

Saia Rodada – R$ 60.000,00

Arreio de Ouro – R$ 50.000,00

Benil – R$ 30.000,00

Ycaro & Vitório – R$ 17.000,00

TOTAL: R$ 322.000,00

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui