Médico já esteve à frente do Simepe, Cremepe, Agência Nacional de Saúde Suplementar e Instituto de Recursos Humanos de Pernambuco

Na manhã desta quinta-feira (03.01), ocorreu a solenidade de transmissão do cargo de secretário estadual de Saúde. O oncologista Iran Costa, que estava à frente da Secretaria Estadual de Saúde (SES) nos últimos quatro anos, entregou o cargo ao médico cardiologista André Longo. A cerimônia, na sede da SES, no Bongi, foi bastante concorrida e contou com a presença da deputada estadual Simone Santana, do secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia; do presidente do Conselho dos Secretários Municipais de Saúde (Cosems-PE), Orlando Jorge; do presidente do Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe), Mario Fernando Lins, além de  gestores da rede estadual de Saúde e funcionários da SES.

André Longo, 47 anos, é formado pela Universidade de Pernambuco (UPE) em medicina. Ele é especialista em cardiologia pela Comissão Nacional de Residência Médica e pela Sociedade Brasileira de Cardiologia e servidor público estadual desde 1997. Foi eleito por duas vezes presidente do Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe), cargo que exerceu entre 2002 e 2006. Em seguida, foi eleito à presidência do Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe), cumprindo mandato entre 2008 e 2011. Entre 2012 e 2015, presidiu a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), com sede no Rio de Janeiro. Em seguida, em janeiro de 2015, foi convidado pelo Governador Paulo Câmara para assumir a presidência do Instituto de Recursos Humanos (IRH), cargo que vinha exercendo.

“Sou, com muito orgulho, servidor público desta Secretaria Estadual de Saúde desde 1997. Recebo com muita honra e responsabilidade o convite do Governador Paulo Câmara para assumir o cargo. Quero registrar nossa intenção de fazer uma gestão participativa, com respeito e diálogo com as representações dos usuários, da sociedade civil organizada, dos movimentos sindicais e conselhos e de todas as instâncias do importante controle social do SUS. Vamos andar por todo o Estado, do litoral ao sertão, dialogando muito e conversando diretamente com toda a população”, disse André Longo durante o seu discurso.

O novo secretário também destacou os avanços alcançados na área da saúde no Estado nos últimos anos. “Neste cenário de crise, tornou-se ordem do nosso Governador fazer mais com menos, com um modelo de gestão focado na eficiência, que recentemente foi reconhecido pelo Jornal Folha de São Paulo no ranking de eficiência dos Estados como um dos cinco considerados eficientes no Brasil”, destacou. Longo ainda frisou os expressivos números de produção do SUS em Pernambuco, sistema que atende mais de 8 milhões de pessoas no Estado. “Desde 2015, cerca de 200 mil pernambucanos deixaram seus planos de saúde em decorrência da crise econômica, ampliando a necessidade por serviços do SUS em todas as áreas”, frisou.

À frente da SES durante os últimos quatro anos, Iran Costa, que é médico oncologista, teve uma gestão que, mesmo à frente de um cenário de extrema crise, foi marcada por avanços importantes na Saúde Pública. No período, a produção da rede estadual de Saúde apresentou um aumento de 20%; houve a maior convocação de profissionais concursados do setor no Estado; a taxa de mortalidade infantil atingiu o menor patamar de toda a história; e ainda houve ampliação de serviços, com a inauguração do Hospital da Mulher do Recife; a reabertura do Hospital São Sebastião em Caruaru; Dom Tomás em Petrolina; e das UPAEs do Arruda, de Ouricuri e do Grande Recife, em Abreu e Lima.

O Governo do Estado ainda deu início às obras do Hospital Geral do Sertão, em Serra Talhada; inaugurou a nova emergência do Hospital Getúlio Vargas (HGV) e dois novos centros doenças raras, no Hospital Maria Lucinda e no Imip; e inaugurou a Unidade de Oncologia do Hospital Mestre Vitalino, em Caruaru. Pernambuco ainda teve destaque mundial ao ser pioneiro na notificação e acompanhamento dos casos da Síndrome Congênita do Zika, tornando-se referência para outros estados e países.

Em sua fala, Iran Costa destacou a história de vida do novo secretário. “André Longo é um médico, servidor desta secretaria, foi presidente do Cremepe, Simepe, ANS e IRH. Então é uma pessoa extremamente preparada para ser um brilhante secretário de Saúde”, ressaltou.