Dois tabus. Um antigo e positivo. Outro recente e ainda preocupante. Após 90 minutos, um deles cairá. Hoje, no Batistão, o Náutico recebe o Confiança, pela Série B do Campeonato Brasileiro. Atuando como visitante, o Timbu nunca perdeu na história para o Dragão. Em compensação, neste ano, sob o comando do técnico Hélio dos Anjos, os alvirrubros ainda não venceram fora. Detalhe que incomoda, principalmente para um clube que está lutando para evitar a queda à Série C. Um resultado positivo pode tirar os pernambucanos, que estão em 17° lugar, com 35, da zona de rebaixamento.

Náutico e Confiança já se enfrentaram seis vezes em solo sergipano. Ao todo, o Timbu venceu quatro vezes e empatou duas. São 12 gols dos alvirrubros contra apenas cinco do adversário. Histórico que pode animar o clube para acabar com um jejum.

Com Hélio, o Náutico engatou cinco jogos sem perder e venceu os últimos quatro compromissos em casa. Como visitante, a história muda. Nada de triunfos com o novo comandante. São três derrotas e dois empates. Os tropeços foram contra CRB (2×1), Juventude (1×0) e Figueirense (2×0). Os resultados de igualdade foram nos embates mais recentes, perante Botafogo/SP (1×1) e Chapecoense (0x0).

Hélio, porém, não estará no banco de reservas. Isso porque o treinador testou positivo para a Covid-19 e ficará afastado, cumprindo o protocolo de isolamento social da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O filho e auxiliar-técnico do Timbu, Guilherme dos Anjos, comandará a equipe. Outro que também está fora por conta da doença é o atacante Dadá Belmonte. O jogador não vinha figurando no time titular, mas era acionado quase sempre no decorrer das partidas. Em compensação,  o Náutico terá a volta do centroavante Kieza, recuperado de uma lesão na coxa direita. O camisa 9 deve formar o ataque com Vinícius,  já que o paraguaio Guillermo Paiva, então peça constante entre os 11, acertou na semana passada a ida ao Olímpia/PAR. O clube, que detem os direitos econômicos do camisa 19, emprestou o atleta ao Alvirrubro no começo da temporada, mas solicitou o retorno em janeiro.

Para sair da zona de rebaixamento, basta o Náutico empatar com o Confiança. Uma vitória seria ainda mais importante,  criando uma pequena “gordura” para os pernambucanos na reta final da competição. Uma derrota deixará o time no Z4, jogando ainda mais pressão nas próximas rodadas.

Ficha técnica 

Confiança

Rafael Santos; Thiago Ennes, Nirley, Matheus Mancini e Djalma Silva; Serginho, Rafael Vila e Guilherme Castilho; Iago, Reis e Renan Gorne. Técnico: Daniel Paulista

Náutico

Anderson; Hereda, Rafael Ribeiro, Camutanga e Kevyn; Rhaldney, Djavan, Bryan e Jean Carlos; Vinícius e Kieza. Técnico interino: Guilherme dos Anjos

Local: Batistão (Aracaju/SE)
Horário: 20h
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Assistentes: Helcio Araujo Neves e  Bárbara Roberta da Costa Loiola (ambos do PA)
Transmissão: Premiere FC