A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) anunciou, na noite de domingo (3), que o laboratório indiano Bharat Biotech entrou em contato para dar início ao processo de aprovação da vacina Covaxin contra o novo coronavírus. As informações são do R7.

A Associação Brasileira de Clínicas de Vacinas (ABCVAC) está negociando a compra de 5 milhões de doses do imunizante para aplicação na rede particular. A Índia deu autorização para uso emergencial da Covaxin no sábado (2) e agora o imunizante precisa ser aprovado pela Anvisa.

Segundo o comunicado da Anvisa, o primeiro passo, neste domingo, foi iniciar o chamado procedimento de submissão contínua, “que é quando os dados de estudos de uma vacina são apresentados aos poucos  para análise da agência reguladora”.

Esse processo normalmente é restrito a medicamentos que estão na fase 3, do ensaio clínico, em território brasileiro. O que não é o caso da vacina do Bharat Biotech. Com isso, a Anvisa deve fazer uma reunião com representantes da farmacêutica para esclarecimentos e também obter informações junto à autoridade sanitária da Índia.