Em plena pandemia, vereadores de Arcoverde, no Sertão do Moxotó pernambucano, decidiram participar do 54º Congresso Municipalista de Administração Pública, em Maceió, percorrendo uma distância de mais de 270 km. O que chama mais atenção, contudo, são os custos e a presença de pessoas que integram o arranjo familiar de alguns parlamentares. A informação é do blog do Magno Martins, mas a prática de congresso é antiga como pode ser vista após a matéria do Magno

O Blog teve acesso aos recursos públicos empregados nesta viagem, superando R$ 50 mil entre diárias e inscrições. Somente ao IMB Cursos, responsável pela organização do evento, que teve início na última quarta (27) e segue até domingo (31), houve o pagamento de R$ 14 mil. Cada inscrição custou R$ 700.

Para cada parlamentar, foram disponibilizados R$ 2.280 em diárias, totalizando R$ 22.800. Já para cada um dos 11 servidores comissionados que integram a comitiva, R$ 1.280, chegando a R$ 14.080. Tudo isso em janeiro, mês em que há o recesso na Casa Legislativa.

Outro ponto é que os vereadores e a maioria dos servidores receberam os salários no dia 20, quando fecha a folha de pagamento da Câmara de Vereadores de Arcoverde.

Resposta da Câmara

O Blog do Magno procurou o presidente da Casa, Siqueirinha (PSB), para que se pronunciasse sobre o assunto. Leia a resposta na íntegra:

“Amigo Magno, formação continuada é investimento no capital humano. Organizações de sucesso alcançam tal status porque investem em capacitação dos seus colaboradores. Inseridos em um mundo globalizado, com o surgimento de novas tecnologias, novos conceitos e novas experiências, faz com que se torne não apenas preciso, mas sim aconselhado investir na formação continuada, tudo no intuito de responder às demandas cada vez mais – e com razão – exigentes da população.

Necessário, assim, atualizar e adquirir novos conhecimentos, tudo com a finalidade de melhoramento das competências desempenhadas por toda a Administração Pública. A Câmara de Vereadores de Arcoverde é composta por 10 vereadores. Participam desta formação 07 (sete) deles. Consta ainda do grupo de aperfeiçoamento servidores efetivos e comissionados.

Ao todo, há o número total de 20 servidores. Importante ressaltar que todos são servidores da Câmara de Vereadores de Arcoverde, devidamente inscritos. Na contramão de práticas passadas, foi a primeira vez que todos os servidores receberam convite, o que evidencia novas estratégias de gestão e política de recursos humanos.

Apenas os inscritos, todos servidores, participam das palestras. Quanto às diárias, os valores correspondem as despesas de hospedagem, alimentação e transporte, além da inscrição. São cinco dias de formação. Tudo conforme a legislação vigente.

Por fim, importante pontuar os princípios jornalísticos preservados pelo blog, que oportunizou que a casa pudesse se manifestar antes da publicação da referida matéria.”