Reviravolta na política em Arcoverde: TRE cassa chapa de Wellington e Israel

Oposição comemora soltando fogos enquanto aguardam a decisão do TSE

69

No fim da manhã desta quinta-feira (18/2), o desembargador Rodrigo Cahu Beltrão, relator do processo eleitoral de Arcoverde, manteve a decisão do juiz eleitoral de Arcoverde, Dr. Drauternani Melo Pantaleão, cassando a chapa eleita em novembro de Wellington da LW (MDB) e seu vice, Israel Rubis (PP), e também da condenação da ex-prefeita Madalena Britto (PSB), onde ambos poderão ficar 08 anos inelegíveis.

O Desembargador Rodrigo, acatou a tese do abuso de poder econômico e político dos réus na ação. Ao final, foi acatada a decisão de manter a cassação da chapa Wellington da LW e Israel Rubis por unanimidade, por  7×0 .

Votaram favorável a cassação os desembargadores Alberto Barros Freitas, Ruy Trezena Patu, Edilson Pereira Nobre, Carlos Frederico Moraes, Carlos Gil Filho e o Presidente Frederico Ricardo de Almeida Neves.

ENTENDA O CASO DO AFASTAMENTO

Após a publicação do acórdão que ainda vai ser publicado no diário da justiça, Wellington da Lw se afasta do cargo, e o atual presidente da Câmara de Vereadores, Siqueirinha (PSB) assume a prefeitura e a vice-presidente Luiza Margarida (PSB) assume a presidência da Câmara, até ser marcada uma nova eleição. Deixando claro que cabe recurso da decisão do TRE/PE ao TSE e a depender desse novo julgamento Wellington da LW poderá continuar no cargo e isso é que acredita alguns juristas e é o desejo da maioria da população de Arcoverde.

 

FONTE: JORNAL PORTAL DO SERTÃO