spot_img
InícioESPORTESPernambucanos embarcam rumo às Paralimpíadas Escolares, disputada em São Paulo

Pernambucanos embarcam rumo às Paralimpíadas Escolares, disputada em São Paulo

Ao todo, 52 pessoas viajaram para a competição que acontece entre 22 e 26 de novembro

A delegação pernambucana, composta por 52 pessoas, embarcou nesta segunda-feira (22) rumo às Paralimpíadas Escolares. A competição, realizada pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e Ministério da Cidadania, será disputada entre os dias 22 e 26 de novembro, no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo. Ao todo, Pernambuco brigará pelo pódio no badminton, atletismo, natação, tênis de mesa e bocha. Para participar do Nacional, os paratletas foram indicados pelos técnicos de cada modalidade nas categorias 12 e 17 anos.

Esta é a segunda vez que Júlio Gomes, da natação, participa da competição. Em 2019, o paratleta, aluno da Escola Estadual Argentina Castello Branco, em Olinda, conquistou ouro nos 50m livre e ouro nos 50m costas, com direito a recorde brasileiro. Agora, o pernambucano viaja para competir em 5 provas: 100m borboleta, 100m costas, 50m livre, 400m livre e 100m livre.

“Vou experimentar mais provas dessa vez. Estou muito feliz e empolgado. É uma nova conquista que vou atrás em cada disputa. Acredito que chego com condições de disputar um lugar no pódio. Treinei bastante, melhorei minha técnica e meu desempenho, então estou bem confiante”, afirmou Júlio, de 16 anos.

Sara, do tênis de mesa, também irá desfrutar das disputas das Paralimpíadas Escolares pela segunda vez. Esta será a última competição escolar da paratleta, que atualmente está com 17 anos. Na última edição, em 2019, ela retornou ao Estado com uma medalha de bronze no peito.

“Vou me esforçar muito e dar o meu melhor, porque treinei para isso. É maravilhoso poder sair do nosso estado para competir. O tênis de mesa fez muito diferença na minha vida, porque ele diminuiu minha timidez e me ajudou a mostrar o quanto sou capaz. Ele me motiva todos os dias. Vou com a expectativa de voltar para Pernambuco com um ouro”, garantiu a aluna da Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Devaldo Gomes, de Gravatá.

Na última edição do certame Nacional, os paratletas pernambucanos encerram a participação com um recorde para o Estado: conquistaram um total de 33 medalhas, sendo sete a mais que na última edição. Ao todo, foram 14 conquistas de ouro, 12 de prata e 7 de bronze. O desempenho dos competidores fez Pernambuco avançar na competição, saltando, nos últimos cinco anos, de 13 para 33 medalhas.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS