Adolescente com paralisia cerebral engravida após ser estuprada por primo de 13 anos

A Polícia Civil concluiu na quarta-feira (4) as investigações sobre o caso de uma adolescente de 15 anos com paralisia cerebral, que engravidou após ser estuprada em Nova Olinda (TO). Conforme o inquérito, o autor do estupro foi um adolescente de 13 anos, primo da vítima. As informações são do G1.

De acordo com a polícia, a gravidez foi interrompida seguindo previsão legal. O caso começou após a mãe da vítima procurar a 33ª Delegacia de Nova Olinda com exames comprovando a gravidez da filha. Segundo a mulher, a filha é totalmente dependente até para as tarefas mais simples, não fala e tem dificuldade de locomoção.

Durante o inquérito, o adolescente de 13 anos foi ouvido, mas negou envolvimento nos fatos. No entanto, exames de DNA comprovaram que ele era o pai do filho que a adolescente esperava. O inquérito foi concluído e encaminhado à Justiça. Segundo o G1, o adolescente deve responder por ato infracional e pode receber medida de internação por até três anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ASSINE JÁ

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS
RELACIONADAS

Wellington entrega Casa Acolher e anuncia R$ 1,5 milhão para construção de sede própria

 Em breve as crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade...

Luciano Pacheco recebe apoio do ex-prefeito de Flores, Arnaldo da Pinha

Nesta terça-feira (9), o candidato a deputado estadual pelo...

Ginecologista suspeito de abusar sexualmente de pacientes em PE e SP é preso em Arcoverde

Um ginecologista suspeito de abusar sexualmente de pacientes mediante...

Exame constata lesão grau 1 e goleiro Jefferson fica fora da decisão do Santa contra Tocantinópolis

O goleiro do Santa Cruz, Jefferson, foi diagnosticado nesta terça-feira...